Ilusão digital

Seu espaço para refletir sobre a web, os gadgets e a vida digital
Fotolia

Não é nenhuma novidade dizer que estamos rodeados de tecnologias. A bola da vez são as tecnologias digitais, esses aparelhinhos maravilhosos que parecem nos seduzir de uma forma que nenhuma outra coisa na história da humanidade conseguiu.

 

Você já parou para pensar no quanto essas tecnologias prometem? Prometem encurtar distâncias e facilitar nossa comunicação. Prometem que vamos trabalhar menos e aprender mais. Prometem que agora temos mais chance de encontrar o parceiro ideal e demonstrar o quanto o amamos. Às vezes, elas nos prometem até que vamos ter melhor experiência com Deus!

 

Em resumo, prometem uma vida melhor, mais fácil ou, no mínimo, mais divertida. Basta assistir a qualquer propaganda de celular ou de serviços de internet e você vai ver isso. Promessas, promessas, promessas... Será que essas tecnologias cumprem mesmo tudo o que prometem?

 

Pois é, esta coluna vai mostrar que não é bem assim. Na realidade, há vários ganhos, sim. Mas há também perdas, e essas as propagandas não mostram. Não temos mais que ir ao trabalho, mas agora nosso chefe nos encontra nas horas de lazer. Podemos trocar mais ideias com mais pessoas, mas cada vez conhecemos menos o que elas realmente pensam ou sentem. E a lista continua...

 

Mas, se é assim mesmo, por que continuamos fãs da vida digital? Por que acreditamos ser ela sempre a melhor alternativa? Parece que existe algo aí mais do que simplesmente o resultado de um balanço entre vantagens e desvantagens. Há uma filosofia. E isso é o mais importante para entender sobre o mundo digital.

Autor: Tales Tomaz - Publicado em: 10/05/2013 - Fonte: