Consumo inteligente

A sustentabilidade aplicada ao seu cotidiano
Fotolia
Há algumas semanas, minhas tão sonhadas férias chegaram. Depois de um longo período de trabalho na universidade, pude viajar com minha esposa para visitarmos nossas mães.
 
Lá pela metade da viagem, paramos para almoçar em um shopping no norte do Estado do Rio de Janeiro. Escolhi meu almoço e minha esposa o dela. Enquanto saboreava a comida, minha esposa fez o seguinte comentário:
– Você não deveria mais comer nesse restaurante.
– Por quê? Perguntei a ela.
– Porque eles servem o suco em copos de plástico e não em copos de papel.
 
Sem nos darmos conta, estávamos conversando sobre um tema que a gente se esbarra vez ou outra hoje: a sustentabilidade. Você já deve ter passado por uma situação semelhante em que o simples detalhe do material utilizado no copo descartável rende uma boa conversa sobre consumo inteligente.
 
E é sobre isso e um pouco mais que vamos conversar nesta coluna: a sustentabilidade em todas as suas facetas e vertentes. Vamos juntos construir um espaço para discussão sobre desenvolvimento sustentável, tecnologia de materiais, reciclagem e coleta seletiva, além de ideias e atitudes que podem minimizar o impacto ambiental da atividade humana na nossa casa, o planeta Terra.
 
Vamos comentar também informações divulgadas nos principais veículos de comunicação e discutir questões emergentes como: Se a construção de um prédio de madeira é mais sustentável que um de alvenaria? Se as mães deveriam voltar a usar fraldas de pano nos bebês, abrindo mão do conforto das fraldas descartáveis? Se o caminho é investir na agricultura orgânica de pequena escala em vez de na monocultura em larga escala? A lista vai longe...
 
Pois bem, este será o pano de fundo da nossa coluna. Espero que a esta altura você já esteja à vontade, afinal, se você ainda não se deu conta, já está em casa! Seja bem-vindo e traga sua contribuição! 
Autor: Djeison Batista - Publicado em: 29/05/2013 - Fonte: