Aprenda

A se proteger na internet
Rogério Chimello

Se você gosta de expor sua vida na internet, cuidado! Em 2013, nem a presidente Dilma escapou da espionagem digital. Nesta edição, vamos dar algumas dicas de como fugir dos “cibervilões”.

Dificulte

Se sua senha é a data de aniversário da mãe ou o nome do seu time, você está vulnerável. Existem malwares (softwares maliciosos) que decifram facilmente combinações comuns. Prefira senhas bagunçadas e longas. Se sua bisavó se chamava Clotilde dos Santos, que tal kl0+ildeD0ss@ñ+0s?
Outra dica é utilizar uma combinação diferente para cada coisa. Acessar o Twitter, o e-mail e a conta bancária com a mesma senha é dar muita “sopa pro azar”.

Cuidado com o phishing

Sites falsos de empresas conhecidas, de lojas ou bancos dos quais você é cliente podem enviar um link (via e-mail, SMS, etc.) para você colocar seus dados ou nome de usuário e senha. Não caia nessa. É furada!
Muito cuidado também na hora de usar o wi-fi em lugares públicos. Hackers podem estar de tocaia, esperando para entrar nas suas contas. Em redes abertas, o ideal é evitar sites que exijam informações pessoais.

Seja discreto

Ter muitos amigos nas redes sociais pode dar prejuízo. Quanto maior a sua rede de contatos, menos controle você tem de quanta gente compartilha ou repassa suas informações. Por isso, aceite como amigo no mundo virtual só quem o é no mundo real.

Algumas redes como o Facebook permitem que você crie filtros e escolha quem vai ver suas postagens – amigos, familiares, colegas de trabalho ou público em geral. Além disso, para dar recados ou combinar encontros, prefira o e-mail. Evite postagens que informem onde você está. Isso facilita a ação de bandidos contra você e seus bens.

Proteja seu PC

Desktop e laptop precisam estar protegidos. Além de usar um bom antivírus, desconfie de sites que pedem que você instale algum programa a fim de continuar a navegação ou melhorar o desempenho de seu computador. Não acesse páginas com material pornográfico ou pirateado, pois elas costumam ser usadas para enviar malwares. Preserve sua mente tanto quanto seus dados pessoais.
   
Fontes: Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil, Cartilha de Segurança Para Internet (2012); Veja, 11 de setembro de 2013; Época, 9 de setembro de 2013; site tecmundo.com.br, “Quais os riscos de usar um wi-fi público?”     

Autor: Fernando Dias - Publicado em: 05/01/2014 - Fonte: