Como esticar seu dinheiro

Ele não é feito de borracha, mas usando bem pode render mais
Carlos Seribelli

 

le não é feito de borracha, mas todo mundo gostaria de esticá-lo, nem que fosse apenas pra cobrir com folga as despesas do mês. Para ajudar você, que quer dar um up na vida financeira, a Conexão 2.0 conversou com gente que entende de contas e separou algumas dicas que cabem no seu bolso.
 
Invista na carreira
Antes de pensar no dinheiro, pense em como vai ganhá-lo, ou seja, na sua carreira. Se você já definiu sua profissão, ótimo! Se não, é bom começar a pensar. Mergulhe em sua área, especialize-se, aprenda tudo o que puder, estude mais. Seja arrojado, criativo. Invista em conhecimento (mais variedade do que quantidade) e idiomas.
 
Tempo extra
Gastar alguns feriados, horas extras ou mesmo duas férias trabalhando ou estudando não é desperdiçar sua juventude. Mas, tome cuidado! Você pode se tornar um workaholic. Não coloque o trabalho acima das prioridades: Deus, saúde e família.
 
Mostre serviço
No começo, a pior parte do trabalho costuma ficar para os novatos. Não se preocupe: faça seu melhor e se destaque! 
 
Seja honesto
Respeite colegas, concorrentes e até rivais. O sucesso duradouro não se constrói passando por cima dos outros. Seja diplomático e educado com todos. 
 
Tenha Deus como sócio
O dinheiro não é a raiz de todos os males, mas o amor a ele, o egoísmo, sim (1Tm 6:10). Somos derrotados por esse sentimento quando nos esquecemos de que Deus é o dono de tudo (Sl 24:1) e que nada é conquistado sem a permissão dEle (Dt 8:18). A melhor maneira de reconhecer isso é devolvendo regularmente 10% da renda (dízimo) na igreja (Ml 3:8-11). 
 
Não gaste antes
Não torre seu dinheiro antes mesmo de ele cair na conta. Elimine as compras parceladas, cheque pré-datado e especial, cartão de crédito, etc. Sempre que possível, compre a vista.
 
Planeje e controle
Faça um orçamento. Calcule todas as suas despesas, o que realmente precisa e estipule o quanto deve gastar. Mas não fique só na teoria. Ao longo do mês, verifique se as metas estão sendo cumpridas e faça os ajustes necessários.
 
Poupe
Pra quem está começando a carreira, a tradicional poupança ainda é o melhor investimento. Rende uns trocados de juros por mês e serve de reserva para emergências. 
 
Fontes: Gustavo Cerbasi, autor dos livros Casais inteligentes enriquecem juntos (Gente) e Como organizar sua vida financeira (Thomas Nelson); Antonio Tostes, apresentador do programa Saldo Extra, da TV Novo Tempo; e Laudecir Mazzo, diretor financeiro da sede administrativa da Igreja Adventista na região central do Paraná.

 

Autor: Eduardo Rueda - Publicado em: 01/01/2013 - Fonte: