Como usar sua memória

Dicas para explorar melhor o potencial do seu cérebro
Marta Irokawa

Qual é a família 6A da Tabela Periódica? Em que ano Getúlio Vargas se suicidou? Quem é o principal personagem de Memórias de um Sargento de Milícias? Se você tem acesso à internet neste momento, ótimo! Essas perguntas podem ser respondidas rapidamente com o auxílio de alguma ferramenta de pesquisa. No entanto, na hora da prova ou do vestibular, você poderá recorrer a apenas um banco de dados: o cérebro. E aí, você se garante? Se não, a Conexão 2.0 apresenta algumas dicas práticas para ajudar você a memorizar os conteúdos estudados.
 

Leia e releia

Dedique tempo para ler a matéria de forma atentiva. Livre-se de qualquer possível fonte de distração e, após o término da primeira leitura, comece de novo. De maneira geral, a primeira leitura prepara o cérebro para reter o conteúdo na memória de curto prazo. A segunda leitura ajuda a fixar a informação na memória de longo prazo, onde fica armazenado o conhecimento humano.

Resuma e organize

Depois de ler e reler, prepare resumos ou fichamentos do conteúdo. Essa atividade forçará o cérebro a absorver e compreender os detalhes da matéria. O método de memorização deve seguir estes passos: aula-cérebro-papel. Se você desejar, pode utilizar aplicativos como o Flashcards++ para realizar fichamentos digitais. No entanto, pesquisadores sugerem que fazer resumos por escrito ajuda a reter 50% a mais dos conteúdos em longo prazo.

Explore as diferentes memórias

Possuímos três memórias: a visual, a auditiva e a cinestésica. Para auxiliar na fixação, empregue elementos que envolvam as três áreas. Você pode se utilizar de gráficos ou esboços, ler em voz alta ou formular gestos que facilitem esse processo. 

Faça associações

Associar é vincular informações. Por exemplo, Getúlio Vargas morreu em 1954, ano em que a Alemanha ganhou a sua primeira Copa do Mundo. Para decorar a família dos calcogênios (6A) da Tabela Periódica, lembre-se da frase: OS SeTe Porquinhos (O, S, Se, Te, Po). Se você deseja memorizar o nome do principal personagem do livro Memórias de um Sargento de Milícias, pode imaginar algo absurdo como “Leonardo” da Vinci fazendo estripulias!

Responda a testes e simulados

A resolução de exercícios enquanto se está estudando ajuda no processo de retenção do conteúdo. Além disso, ser bem-sucedido em testes e simulados contribui com o aumento da segurança e da autoestima, tão necessárias para o momento da prova.

Cuide de você

Todas as dicas são importantes, mas elas não serão eficazes se você não se alimentar corretamente, não descansar o mínimo de horas necessárias e não dedicar tempo para seu relacionamento com Deus, a família e os amigos.

Fontes: Renato Alves, Faça Seu Cérebro Trabalhar Para Você (Gente, 2013); sites educacao.uol.com.br; noticias.universia.com.br; ic.unicamp.br e exame.abril.com.br.

Autor: Wellington Barbosa - Publicado em: 05/10/2014 - Fonte: